domingo, 16 de dezembro de 2012

La vie...

"La vie est tellement ironique; Il faut avoir connu la tristesse afin de savourer le bonheur, le bruit afin d'apprécier le silence et l'absence afin de profiter de la précense"

--
C'est la vie!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Rio GranDE e Paraíba em poema

Li. Gostei e recomendo a leitura dos poemas do livro "Pelas Janelas" (2012), de Juliano Cazarré. 

Quadrinhas Infames VIII e IX

eu também vivi sem janelas, 
ao ar livre, dez anos inteiros; 
cinco - solitário como um gaúcho.
cinco - num bando de cangaceiros.

ventanias pros gaúchos.
luminância pros paraibanos.
no sertão, aberta para o sol.
no sol, fechada, para o minuano.



sábado, 13 de outubro de 2012

Doce outubro


  Com participações especialíssimas de Deisoca, Laura, Eliane Giardini, Deh e Reeh ;)



"Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena. (...)"

   Fernando Pessoa 



quinta-feira, 27 de setembro de 2012

#umasériecitou: Prints!

    Automaticamente, faço tantos prints enquanto estou seriando, que resolvi postá-los aqui.... Para início de conversa, escolhi dois, ambos sobre Confiança e amigos.

 "Não se constrói confiança com segredos" - Revenge, por Emily Thorne/Amanda Clarke



"Quando ficou tão fácil mentir para seus amigos?" - Pretty Little Liars, por Emily


domingo, 16 de setembro de 2012

Eu aprendi...

por William Shakespeare

“Eu aprendi que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência; 
Eu aprendi… que algumas vezes tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender;


Eu aprendi… que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular;
Eu aprendi… que ignorar os fatos não os altera; 
Eu aprendi… que ser gentil é mais importante do que estar certo;
Eu aprendi… que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas está permitindo que essa pessoa continue a magoar você;
Eu aprendi… que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi… que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi… que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi… que cada pessoa que a gente conhece deve ser saudada com um sorriso;

Eu aprendi… que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Eu aprendi… que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;
Eu aprendi… que eu sempre posso fazer uma prece por alguém quando não tenho a força para ajudá-lo de alguma outra forma;
Eu aprendi… que  devemos sempre ter palavras doces e gentispois amanhã talvez tenhamos que engolí-las;
Eu aprendi… que não importa quanta seriedade a vida exija de você, cada um de nós precisa de um amigo brincalhão para se divertir junto;
Eu aprendi… que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;
Eu aprendi… que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos;
Eu aprendi… que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você está escalando-a;
Eu aprendi… que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.”


P.S.: Recebi este texto e, ao lê-lo, já sabia que deveria postá-lo aqui! Shakespeare para todas as horas! 








segunda-feira, 2 de julho de 2012

(...)
Que dias há que n'alma me tem posto 
um não sei quê, que nasce não sei onde, 
vem não sei como, e dói não sei porquê.

Luís de Camões 

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Não, não sou ‘a menina das séries’


Primeiro começou com uma brincadeira em que Jaicla afirmou que eu sou ‘a menina das séries’, simplesmente porque, segundo ela, eu vejo muitas séries. Mas a afirmação da menina das tirinhas (ops, Jai) é falsa! Eu apenas assisto esporadicamente algumas séries. Digo esporadicamente porque só vejo alguns episódios nos finais de semana. Claro, quando arrumo um tempinho. ~~ultimamente o ‘tempinho’ está tão difícil =S

Hoje, no quesito ‘Séries Atuais’ vejo algumas... e a maioria delas está em hiatus! Vamos a elas:

1. The Vampire Diaries: Em hiatus, volta em setembro!


Acho TVD uma das melhores séries da atualidade! #ficaadica p/ quem ainda não viu e deseja iniciar no universo das séries.

2. Supernatural: [idem 1].


3. Pretty Little Liars: Voltou do hiatus mas os episódios não estão tão empolgantes quanto o início da série, mas, mesmo assim, acompanho. Estou curiosa sobre o desfecho.




4. The Lying Game: [idem1]



5. Hart Of Dixie: [idem 2] 



A mais recente de todas! Comecei a assistir por indicação de Pah e Kátia. Viciei e em menos de um mês assisti aos 22 episódios da temporada. Bem bolada a trama, indico!

Além das ‘séries atuais’, (re)vejo  algumas séries já canceladas/finalizadas. São elas:


6. Cold case: sempre assistia na Warner, nas quartas, mas nunca assisti numa ordem. Agora estou fazendo isto!




7. Friends: [idem 6] exceto pelo dia, pois Friends passava todos os dias, ;B acho que ainda passa.



8. Gilmore girls: minha paixão, sempre quando bate uma saudade, revejo msm!



Só assistindo PLL, Friends e CC (esporadicamente), sou maria-série? Acho que não!
Então... #ficaadica, oito opções bacanérrimas!





quarta-feira, 23 de maio de 2012

Maio...

Com o frio, fico meio nostalgica e todos os anos, no final do mês de maio, me recordo da música 'Maio' de Kid Abelha.

Maio
já está no final
O que somos nós afinal
se já não nos vemos mais
Estamos longe demais
longe demais

Maio
já está no final
É hora de se mover
pra viver mil vezes mais
Esqueça os meses
esqueça os seus finais
esqueça os finais

(...)

terça-feira, 15 de maio de 2012

Cinco anos sem Gilmore girls...

... e que falta, hein?!

Parece que foi ontem, que meu irmão estava zapeando os canais e parou na Warner Channel, quando viu uma mãe, que mais parecia uma filha rebelde, em um jantar tradicionalíssimo da elite norte-americana, com sua filha e seus pais. [Clique no link a seguir e entenda os jantares gilmorescos Melhores Famílias dos anos 2000



Parece que foi ontem que viciamos na série! Digo viciamos porque não apenas a minha pessoa começou a assistir aos episódios atuais e os das reprises (claro, precisávamos conhecer toda a trama). 

Parece que foi ontem que em tempos de horário de verão, durante as quintas-feiras, fazia o possível e impossível para chegar em casa entre 20h e 20:30 para não perder muito de Gilmore girls (GG). Digo impossível, pois, durante a 5ª temporada da série, tinha aulas de francês das 18h às 20h (impossível chegar em casa cedíssimo para não perder metade do episódio, que eu acabava revendo à meia noite. 

Parece que foi ontem que painho cortou a tevê a cabo -- lembro que fiquei supertriste, pois GG estava bombando e eu não poderia mais assistir às 20h da quinta, a 00h da sexta, às 13h da sexta, às 16h do sábado... Enfim, foi um mal que veio para o bem, pois eu estava em ano de vestibular (vestibular, não Enem, ok?). E, foi com ''este mal'' de painho, que passei nos dois vestibulares que prestei!

No ano seguinte, Gilmore voltou à minha vida.. e, com ela, a notícia de que provavelmente não houvesse uma oitava temporada. 

E assim aconteceu, em 15/05/2007 foi exibido o series finale de GG. Para a tristeza dos fãs das Lorelai's! 



Confesso, cinco anos após, ainda revejo alguns episódios. Não com a mesma frequência de quando estava apenas no Ensino Médio, mas sempre quando bate aquela saudade, me pego procurando um episódio para assistir!

Até bateu uma saudadezinha agora, mas não verei nenhum episódio... o tempo é curto, porém no final de semana, verei nem que seja um episódio. O problema é eu ficar apenas em um...

Agora bateu uma dúvida: que episódio devo rever? 

Não conhece a série? Conheça-a, um pouco, lendo o post sobre "Os homens indicam as melhores séries de mulherzinha", do Apaixonados por séries: Gilmore girls e +

P.S.: queria ter tido um pouco mais de tempo para esta postagem, mas... =S








domingo, 15 de abril de 2012

Pós-morte de Damon e Stefan - The Vampire Diaries

Estou relendo 'Diários de Um Vampiro: O Despertar', o livro que deu origem à melhor série da atualidade: The Vampire Diaries. Nesses dias, terminei o primeiro, hoje já começo o segundo. Na realidade, eu já tinha lido o primeiro livro, mas resolve relê-lo e ler os outros três. 
Assim, deixo aqui um flashback de Stefan, em que ele conta para Elena como foi o seu pós-morte... a passagem de humano para vampiro. 

"
- Damon e eu tivemos o suficiente do sangue de Katherine para evitar a morte real. Em vez disso, nos transformamos. Acordamos juntos em nosso túmulo, vestidos com as melhores roupas, deitados nas lajes, lado a lado. Estávamos fracos demais para nos machucar; o sangue tinha sido apenas o suficiente. E estávamos confusos. Chamei por Damon, mas ele correu para a noite.
Felizmente, tínhamos sido enterrados com os anéis que Katherine nos dera. E eu encontrei o anel dela em meu bolso." 

SMITH, L. J. O Despertar - Livro vira-vira - Tradução de Ryta Ryta Vinagre - 2ª Edição - Rio de Janeiro: Best Bolso, 2011.


Não me recordo de ver a cena acima em TVD, então deixo aqui a imagem de um dos flashbacks dos irmãos Salvatore, quanto à passagem de humano a vampiro! 


domingo, 8 de abril de 2012

(trecho) A menina que não sabia ler

Li o livro, que me chamou atenção por uma sinopse bacaninha. No entanto, no último capítulo o autor nos apresenta um desfecho que não esperava... chega a ser trágico, sem motivos. Meu final seria muito diferente. Mas, nem tudo é perfeito, certo?! Deixo uma passagem do livro que simplesmente define a minha pessoa. 






"eu sabia por minhas leituras que ninguém passa por esta vida ou mesmo por parte dela sem que algo esteja escrito em algum lugar."

HARDING, John. A menina que não sabia ler. Tradução: Elvira Serapicos. São Paulo: Leya, 2010. p.68

sábado, 3 de março de 2012

#umasériecitou #7: Privileged


Finalmente, terminei de ver Privileged, série de única temporada exibida pela CW em 2010. São 18 episódios, que giram em torno de duas irmãs patricinhas, cheias de frescurites... até que Megan, jornalista recém-formada, chega à mansão das garotas para auxiliá-las nas matérias da escola.

A série fala sobre vários assuntos, o mais frequente é sobre família e convivência. Ficou curioso a respeito? Leia mais em: http://www.minhaserie.com.br/serie/306-privileged 

Deixo aqui uma frase de Sage ( Ashley Newbrough - cópia de Kate Perry, clique no link e veja como são parecidas: Ashley Newbrough):: 

"Acho que as pessoas são complexas. Não são boas ou más, pretas ou brancas. Rótulos são destrutivos. (...) 


As escolhas que fazemos, principalmente, quando jovens, não decidem quem somos. Só adicionam a quem nos tornamos."


domingo, 19 de fevereiro de 2012

#umaseriecitou #6


Dizem que os segredos serão todos revelados uma hora. 
A maioria de nós sabe que todos os segredos têm um modo de se revelar... eventualmente. (Erica)


--



Segredos... Os maiores... são difíceis de conviver, difíceis de guardar e muito difíceis de resistir, uma vez que sabe que estão lá. (Dr. Tom)

 --

Segredos...
Alguns nos ajudam, nos dão forças. Outros deixam exaustos e roubam nossa energia.
Alguns segredos demoramos a compartilhar, mas não pode...  porque temos medo que consequências sejam demais.(Erica) 

Observações dos personagens acerca de 'segredos'. Being Erica: 4x08 - Please, Please Tell Me Know

#umaseriecitou #5



Para todos nós há uma tensão entre o que queremos ser e quem realmente somos, queremos e precisamos.
Às vezes, é difícil contar a verdade da mentira. (Erica)


Observações da personagem, no episódio 4x7 (Being Ethan).

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

90 anos da Semana de Arte Moderna


A Semana de Arte Moderna (SAM) completa 90 anos. Em 1922, São Paulo (capital) teve um evento que ‘sacudiu’ a cidade, estudantes, autores e a crítica. Com o objetivo de mudar o rumo das artes no Brasil, que tinha influências diretas da Europa, a SAM propôs uma identidade nacional, deixando, desse modo, todas as influências europeias.

Capa para o Catálogo da Exposição, de Di Cavalcanti
 
Realizada nos dias 13, 15 e 17 de 1922, no Theatro Municipal de São Paulo, a SAM, patrocinada pela elite paulistana, representou uma inovação na linguagem, na ruptura com o passado, na passagem de novas ideais, tais como: declamação de poesias, no lugar da poesia escrita; apresentação de músicas, através de concertos; além das artes exibidas em tela, maquetes, esculturas, desenhos...

Os ‘responsáveis’ pela SAM foram: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, Paulo Prado, Graça Aranha, Heitor Villa-Lobos, Manuel Bandera, Vitor Brecheret, Menotti Del Picchia, Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral, a musa ausente. 

Cartaz anunciando a SAM
 
--

Para ilustrar a SAM, segue um vídeo compilado, com cenas da minissérie global 'Um Só Coração', que foi utilizado durante a ministração de aulas da disciplina Prática de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, ofertada no período 2011.1 – UFCG. 


P.S.: postagem meio meia-boca... cansada estou, relevem! 

#umaseriecitou #4


Pensamentos de 'Erica' no ep. 4x09
Erica’s Adventures in Wonderland 
Being Erica 

Passamos nossas vidas tentando fazer a fantasia se tornar realidade.
Quem dirá que estamos errados por querer que nossos dias sejam brilhantes? Por querer que nossas vidas sejam um sonho sem fim?
 ...
Troque uma fantasia pela realidade e pode se sentir como Alice no País das Maravilhas.
O mundo pode não piscar e brilhar, mas o chão será sólido sob seus pés, e seus olhos estarão abertos para todas as aventuras que esperam por você. Aqui mesmo, no MUNDO REAL.  


terça-feira, 31 de janeiro de 2012

#umaseriecitou #3


Sobre insegurança...

Insegurança está em todos nós.
Aquela voz que nos diz que não podemos fazer algo, que não somos bons o suficiente, que nem deveríamos tentar.
E quando escutamos a voz, nos travamos de formas que nem imaginamos.  Tudo porque temos medo de arriscar, de enfrentar nossos medos, de ver do que somos realmente capazes.

P.S.: observações de Erica, da série Being Erica, no 4x02. 







quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

(...) É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar
Na verdade não há. (...)

Trecho da música Pais e Filhos, do Legião Urbana. 
Música: Pais e Filhos

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Escrever é esquecer...


Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida - umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana. Não é o caso da literatura. Essa simula a vida. Um romance é uma história do que nunca foi e um drama é um romance dado sem narrativa. Um poema é a expressão de ideias ou de sentimentos em linguagem que ninguém emprega, pois que ninguém fala em verso.

--Fernando Pessoa

P.S.: Começando as postagens em 2012 com Pessoa! 
Tenham um excelente ano!